Select Page

A NASA lançou com sucesso, no início de agosto, a sonda Parker Solar Probe (PSP) da Fórida. A tecnologia, projetada para suportar condições extremas de calor e radiação, custou aproximadamente US$ 1,5 Bilhão e tentará se aproximar pela primeira vez da atmosfera do Sol. Concluir essa missão é um desafio para a humanidade, mas anos de pesquisa e muito estudo nos possibilitaram chegar até aqui com força total.

O homem vive constantemente em uma busca por conhecimento e novas descobertas. Não seria diferente em relação ao Sol. O principal objetivo do projeto é entender o porquê da atmosfera solar externa ser mais quente que a própria superfície. Além disso, teremos mais informações sobre os ventos solares, que são as emissões contínuas de partículas provenientes da coroa solar como elétrons, prótons e neutrinos.

Segundo a NASA:

  1. A Sonda chegará 7X mais perto do Sol que qualquer outra espaçonave.
  2. A blindagem da nave deve suportar temperaturas que passam de 1,3 milºC.
  3. A superfície do Sol pode chegar  a 5,5 milºC.

O SoI não é o limite. A humanidade continuará buscando por novos desafios, inclusive há uma corrida tecnológica e científica para que,em algumas décadas, o homem colonize o Planeta Vermelho, Marte.

Leia a matéria no link: https://alexandreamaraldemoura.com.br/2018/08/13/marte-habitavel-gracas-a-tecnologia/