Select Page

O projeto PlasticRoad da empresa VolkerWessels, que consta em utilizar lixo plástico recolhido dos oceanos para pavimentar ruas, ganhou força em Roterdã, na Holanda. O país é o primeiro candidato a testar o produto, que deve ficar pronto no final de 2018.

A poluição por plástico nos oceanos é um desafio à escala global, além de ser um perigo para todas as espécies, inclusive para a raça humana. Portanto, o projeto busca unir sustentabilidade e reciclagem : recolher o lixo plástico dos oceanos e utilizá-lo como material para construção de ruas mais duráveis nas cidades. A ideia central do projeto é aposentar o asfalto de vez.

Veja as quatro vantagens das ruas feitas de plástico em relação ao modelo convencional:

1) Ruas feitas de plástico seriam até três vezes mais duráveis que as ruas feitas de asfalto: plástico, 50 anos; asfalto,16 anos.

2) O processo de construção das ruas de plástico seria 70% mais rápido.

3) O pavimento de plástico é quatro vezes mais leve que a estrutura de ruas e vias feitas de forma ” tradicional”.

4) O PlasticRoad é 100% circular e tem plástico reciclável como seu principal material.

Por conta de todos esses fatores, o custo para sua construção seria muito menor. Além disso, por serem feitas de plástico reciclado, as ruas seriam mais resistentes a corrosões químicas e suportariam com mais facilidade as variações de temperatura. O PasticRoad pode soar como algo inovador demais, assim como a estrada elétrica inaugurada na Suécia. Pode ser vista como uma inovação que imaginamos ser realizada apenas em um futuro distante, mas que, no entanto, já estamos vivendo no presente.

Venha com a gente. Aqui você lê notícias sobre as mais diversas inovações!

Clique no link e leia sobre o Robô Laura, a tecnologia que ajudou a revolucionar a medicina: http://conexcidade.com.br/2018/07/23/pai-em-luto-desenvolve-o-robo-laura/