Select Page

A empresa chinesa WinSun inovou em 2015 e se tornou a pioneira da construção do primeiro prédio do mundo elaborado em uma impressora 3D. Todas as peças foram feitas em uma impressora de grande porte, já que a estrutura foi feita para a montagem de um edifício de cinco andares com apartamentos.

Resultado de imagem para primeiro prédio construído por uma impressora 3d

A rapidez é a principal vantagem que a impressora 3D oferece. 24 horas é, muita das vezes, o tempo necessário para concluir uma construção. Parece sonho, mas é real. Além disso, existem tipos diferentes impressoras que trabalham de formas variadas no ramo de construção: A impressora levada até o local, que molda a parede em concreto, sem uso de formas, a impressora que trabalha com um molde, incorporado à peça final, e a impressora locada em fábrica, responsável por produzir as partes do imóvel que serão transportadas para o local da obra, onde serão unidas e encaixadas.

Esse avanço nos mostra que novas soluções estão sendo traçadas pela tecnologia e fazem parte do nosso cotidiano. Construir um edifício dessa maneira tem vantagens em relação a uma obra ‘’convencional’’, como a utilização de materiais reciclados na preparação da massa, uma substância incrementada que funciona como um endurecedor especial, permitindo a maior acessibilidade da matéria – prima, montagem 70% mais rápida e, consequentemente, o custo de construção civil muito mais barato. Tempo é dinheiro e, no mundo em que vivemos, as coisas funcionam de forma muito dinâmica sem perder a qualidade, e a impressora 3D atende a esses requisitos.

Além de considerar a questão financeira, a empresa chinesa também pensou no visual como um fator relevante da proposta. O edifício é inovador em diversos aspectos, mas nem por isso deixa de ser montado e decorado como conhecemos. Isso mostra que o prédio, apesar de ter sido montado com peças 3D, disponibiliza das mesmas características e qualidades de um lar considerado tradicional, podendo se tornar o novo convencional do mundo moderno.