Select Page

Nos Estados Unidos, todos os dias milhares de ônibus levam e buscam alunos até suas escolas. Esse processo se repete cinco dias por semana, durante nove meses, todos os anos. Todas essas viagens de ônibus resultam em diesel queimado e uma grande ajuda para a poluição. Porém, uma das montadoras mundiais, promete ter a solução para esse problema.

A empresa alemã Daimler revelou seu primeiro ônibus escolar totalmente elétrico, que será feito por sua subsidiária norte-americana Thomas Built Buses. O projeto, Saf-T-Liner C2, também apelidado de “Jouley”, está programado para atingir as estradas em distritos escolares dos EUA em 2019.

O ônibus, no entanto, não parece muito diferente de outros ônibus escolares, com a capacidade de transportar 81 estudantes por viagem. O diferencial está por dentro. A bateria de 160kWh da plataforma oferece uma autonomia de até 100 milhas por carga. A Daimler ainda diz que o ônibus pode ser equipado com uma bateria extra para mais quilometragem.

 

Foto: divulgação.

 

Os ônibus de Jouley têm um tempo de carga estimado de oito horas, e a Daimler afirma que o desempenho do veículo está a par com plataformas diesel mais tradicionais.

Há também recursos de segurança incorporados, como sistemas de telemática e diagnósticos para acompanhar os locais dos ônibus para monitoramento em tempo real.

Apesar de inovador, o Jouley não é o primeiro projeto de ônibus escolar totalmente elétrico. Concorrentes menores como Blue Bird e Lion também desenvolveram ônibus elétricos.

A Daimler está investindo bastante em veículos elétricos, especialmente em automóveis maiores. A divisão de caminhões e ônibus da auto recentemente mostrou planos para produzir veículos pesados ​​e com bateria com uma nova marca, a E-FUSO, além disso, prometeu investir cerca de US $ 10 bilhões em iniciativas de “próxima geração” após a tentativa de Elon Musk.

Recentemente a Mercedes Benz anunciou que todos os seus modelos de veículos terão versões elétricas até 2022. Leia a matéria inteira clicando aqui.