Select Page

 

Empresa americana implantará microchips em funcionários para fazer testes. Esses chips serão capazes de abrir portas, acessar computadores e documentos além de compartilhar informações e outras tarefas.

50 empregados se voluntariaram para o teste. Eles fazem parte da desenvolvedora de software Three Square Market. A empresa usará nos chips a tecnologia de comunicação sem fio e de curto alcance NFC, que está marcada para hoje (01/09).

A empresa firmou que os chips possuem tecnologia de sensores que, ao serem escaneados, possibilitam que funcionários tenha acesso a informações em computadores, assim como liberam pagamento de compras sem a necessidade de um cartão de crédito.

 

 

Os chips que serão implantados entre o polegar e o dedo indicador são microchips, aproximadamente no tamanho de um grão de arroz. Esses microprocessadores custam US$ 300. A Three Square Market afirmou que o chip não ter a ver com a privacidade dos funcionários. Não contém GPS e funcionam apenas como uma chave de acesso.

Toddy Wesrby, o diretor-executivo da empresa em depoimento ao canal “CNBC” que a implantação destes microchips nos trabalhadores é indolor e que seu uso é completamente legal, como foi aprovado em 2004 pela agência federal de Administração de Medicamentos e Alimentos (FDA, na sigla em inglês).

“Acreditamos que é uma boa forma de avançar na inovação da empresa. Os chips não emitem nenhum sinal sozinhos, precisam ser lidos com qualquer objeto que tenha um leitor de proximidade”, explicou Westby.