Select Page

Recentemente, foi inaugurado um Centro de Robótica no Hospital Samaritano Higienópolis, em São Paulo. Isso quer dizer que pacientes que passarem por cirurgias mais complexas, contarão com robôs na execução da cirurgia.

O robô foi batizado como Da Vinci, fruto de um investimento de R$7 milhões. Cirurgias de núcleos de urologia, gastroenterologia e ginecologia serão as primeiras a serem feitas com a máquina. É esperado para o próximo ano que o robô também faça cirurgias de cabeça, pescoço, cirurgia torácica, entre outras especialidades.

O robô vai além da capacidade dos médicos. Com câmera de visão 3D, braço de alta precisão e até manobras em 360º, o robô auxilia o cirurgião de forma tecnológica. Embora todos os diferencias das mãos humanas, a cirurgia ainda é conduzida pelo médico cirurgião, que controlará o robô por meio de um joystick.

As vantagens da implementação do robô na cirurgia não param por aí. A técnica promete o trauma, a dor local e a perda de sangue, gerando uma recuperação mais rápida.

“O Samaritano é referência no cuidado integrado em todas as etapas do tratamento, por meio de seus núcleos e centros de especialidades, coordenados por um corpo clínico altamente qualificado. O Centro de Robótica é mais um passo na direção de oferecer o que há de mais avançado em tecnologia, sempre com foco na qualidade e na segurança dos serviços para nossos pacientes”, destaca Sérgio Tranquez, diretor do hospital.

Médicos, enfermeiros, anestesistas e todos os outros profissionais que formam a equipe do Centro de Robótica, foram especialmente treinados no Brasil e na Colômbia para trabalharem com os robôs. Em 2018, novos profissionais serão treinados para expandir as cirurgias em outras áreas.

 

Você é lojista? trabalho com cartão de crédito?

então não perca essa matéria