Select Page

Matéria do Jornal do Brasil

Pesquisas apontam que o cartão de crédito tem sido cada vez mais utilizado pelo brasileiro, sendo uma das formas preferidas na hora de realizar compras. Mas mesmo com os cartões ganhando popularidade, não são todas as empresas que se preocupam em ter um processo de controle e de conciliação das vendas realizadas nesse tipo de pagamento. Isso acontece, principalmente, com as micro e pequenas empresas, que passam a inovar operando com a opção de pagamento no cartão, mas subestimam os riscos que essa mudança implica.

Com tantas transações diárias, como o lojista pode ter a certeza de que os recebimentos estão corretos ou que as taxas aplicadas e descontadas em cada venda de fato correspondem ao que foi negociado com as operadoras? Além disso, como evitar fraudes, como vendas em duplicidades e cancelamentos indevidos?

Em parceria com a empresa Concilia, do grupo Comtex, o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) acaba de lançar no mercado o ‘SPC Conciliador’, uma nova solução tecnológica que vai simplificar a comunicação entre as operadoras de cartões de crédito, débito e também de benefícios e os lojistas de todo o país.

A grande novidade da nova solução é permitir a conferencia automática das transações efetuadas em diversos tipos de cartões com rapidez, segurança e eficiência, facilitando as conciliações bancárias. Outra comodidade, é que o serviço poderá ser consultado diretamente via internet ou por meio de um aplicativo do celular. E não são só as grandes adquirentes (popularmente conhecido como “operadoras”) que estão integradas no sistema: as operadoras regionais também podem ser avaliadas com a nova solução.

A ferramenta permite um cadastro simplificado das taxas de cada operadora via área exclusiva na internet e não requer investimento em infraestrutura para coleta dos dados entre o SPC Conciliador e as operadoras.

A Concilia é o braço do grupo Comtex de soluções inteligentes no mercado fintech (área de soluções tecnológicas para o mercado financeiro). Alexandre Amaral de Moura, diretor da Comtex, garante que os resultados do software SPC Conciliador são surpreendentes: “Algumas empresas chegavam a ter prejuízos da ordem de 1% a 3% do faturamento em todo o processo de conciliação e não percebiam. Além disso, o lojista tem um ganho de eficiência quando perde menos tempo para conferir suas boletas, reduzindo o custo com pessoal”.

“O SPC conciliador é sinônimo de ganho de produtividade. Erros que podem acontecer num processamento de venda impactam diretamente no fluxo de caixa das empresas. São poucos centavos por venda, mas quando há um volume grande de transações, o prejuízo é imensurável e o empresário passa a perceber a importância desse tipo de controle”, explica o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.