Select Page

Etimologicamente, a palavra tecnologia vem do grego e deve ser fragmentada em duas partes: “téchne”, que significa “ofício” e “logos”, que significa “estudo”. Podemos concluir que a tecnologia é uma teoria geral ou estudo sistemático sobre técnicas, processos, métodos, meios e instrumentos de um ou mais ofícios ou domínios da atividade humana. É uma ciência.

Algumas tecnologias que antes pareciam apenas frutos de uma imaginação fértil, têm sido estudadas e desenvolvidas. Entre todas as engenhocas inteligentes, algumas delas já funcionam e colaboram para a evolução da sociedade, enquanto outras podem ser apresentadas mais breve do que esperamos.

 

 

Carros autônomos – Os carros autônomos já estão circulando por algumas cidades nos Estados Unidos. O que parecia impossível, aconteceu. O automóvel autônomo substitui o motorista por um sistema computacional que faz com que o carro saiba quais as melhores coordenadas, além de contar com sistema de câmeras e sensores, assim, percorrendo o melhor caminho, evitando acidentes causados por falha humana e o trânsito.

 

 

Impressora 3D – capaz de imprimir qualquer coisa utilizando tecnologia de impressão tridimensional, a impressora 3D já está à venda. No Brasil é possível encontra-la entre R$2 mil e R$20 mil na internet. Esse avanço tecnológico tem trazido muitas vantagens a sociedade, principalmente na área da saúde, pois é possível imprimir próteses e guias cirúrgicas em casa, como vários Brasileiros tem feito.

 

 

Biotecnologia – A definição ampla de biotecnologia é o uso de organismos vivos ou parte deles, para a produção de bens e serviços. É a tecnologia baseada na biologia. A Biotecnologia atinge vários setores produtivos e vem crescendo bastante no Brasil, já que as empresas do país estão investindo bastante em suas pesquisas, gerando empregos e desenvolvendo principalmente melhorias para o meio ambiente.

 

 

Implante de chip – a ideia parece assustadora, mas a implantação de chips pode ajudar as pessoas de diversas formas. Já existem chips implantados em pacientes com ‘Mal de Parkinson’, por exemplo. Esses chips trabalham no cérebro, corrigindo alguns sintomas de disfunção.
Por outro lado, algumas empresas Europeias estão implantando chips subcutâneos em seus funcionários. A proposta é que os chips permitam abrir portas e acionar equipamentos apenas com o toque das mãos.

 

 

Internet das coisas – a internet foi criada para conectar pessoas e compartilhar conhecimentos. Através desse mesmo pensamento foi criada a Internet das coisas, ou “Internet of things” no inglês. Essa tecnologia consiste em conectar objetos, permitindo troca de dados entre eles, aproximando cada vez mais o mundo virtual do mundo real. O objetivo é fazer com que essa ligação traga mais praticidade e consequentemente mais tranquilidade para nossa realidade.