Select Page

As sociedades modernas absorveram muito rapidamente os avanços tecnológicos dos últimos anos. Jovens, profissionais de diversas áreas não vivem hoje sem a mobilidade criada pela tecnologia. Mas e aqueles que, por deficiência,  não conseguem interagir com essa tecnologia? E os mais idosos que veem diante de si uma enorme barreira de conhecimento que, para muitos, é intransponíveis?

É para estas pessoas que surgiu a iniciativa Smart Cities for All (Cidades inteligentes para todos, em tradução livre) foi criada pelos grupos G3ict e o World Enabled. O objetivo é dar “acessibilidade às tecnologias de informação e comunicação (TICs) em cidades inteligentes de todo o mundo. Seu propósito é eliminar a divisão digital para pessoas com deficiência e idosos e, para isso, associa-se a organizações e empresas líderes para criar e implantar ferramentas e estratégias necessárias para construir cidades inteligentes mais inclusivas”, segundo a Microsoft.

Agora as ferramentas disponibilizadas pela empresa estão traduzidas para o português. O kit de ferramentas contém quatro itens para ajudar as cidades inteligentes em todo o mundo a concentrarem-se na acessibilidade às TICs e na inclusão digital de pessoas com deficiência e idosos. Cada uma delas aborda um desafio prioritário identificado por especialistas globais como uma barreira para a inclusão digital desse público alvo.

Quem se interessar pelo assunto, pode buscar mais informações no link abaixo:

Smart Cities for All agora tem conteúdo em português para incentivar a acessibilidade em cidades inteligentes